Escolha

X
Escolha

O QUE É...

Se está interessado em obter mais informação, a página seguinte poderá ajudá-lo a ter uma melhor compreensão sobre a cateterização intermitente:

o que é a cateterização intermitente?

A cateterização intermitente envolve a drenagem repetida da bexiga através de um fino cateter descartável. É geralmente necessária quatro a seis vezes por dia, dependendo da ingestão de líquidos.

como é efetuada a cateterização intermitente?

A utilização de um cateter descartável para a bexiga deve ser um processo asséptico, particularmente no caso de paralisia da bexiga preexistente. Asséptico significa que devem ser utilizados materiais estéreis, a entrada da uretra deve ser desinfetada, deve ser utilizado um lubrificante estéril e é necessária a inserção estéril do cateter. Distingue-se entre cateterização (intermitente) assistida por outros, tais como pais, familiares ou serviços de enfermagem, e cateterização auto-administrada, que o utilizador faz sozinho. Estão disponíveis vários kits muito pequenos, contendo todos os componentes necessários (cateter, saco de urina, compressas, etc.). Com estes kits, a cateterização é possível virtualmente em qualquer lugar. Note: o cateter só deve ser utilizado uma vez.

qual o aspeto do cateter ideal?

Não existe um cateter ideal para todos. O cateter ideal para um utilizador é o resultado da combinação perfeita entre a ponta adequada do cateter, os orifícios do cateter, o diâmetro e o revestimento hidrófilo ou gel lubrificante. Mas o que conta afinal é ter o máximo de segurança e o máximo de conforto.

porque os médicos recomendam a cateterização intermitente?

A cateterização intermitente é um método simples de drenagem suave da bexiga, sem causar pressão prejudicial, obtendo-se assim a maior proteção possível dos rins. Este tipo de drenagem também pode ser interrompida em qualquer momento. Ao contrário da cateterização intermitente, qualquer tipo de cirurgia – que seria a alternativa – envolve um elemento de risco e, na maioria dos casos, alterações irreversíveis. Nas crianças, a cateterização intermitente tem a vantagem de poder adiar a decisão difícil entre fazer ou não uma cirurgia até terem idade suficiente para tomarem elas próprias a decisão. Nos adultos, a cateterização intermitente pode ser usada para esvaziar a bexiga até a paralisia estar estável, sem retrocessos adicionais. A cirurgia só deve ser considerada nesta situação.

quando e com que frequência é necessária?

Isso depende da ingestão diária de líquidos, ou, mais precisamente, da quantidade diária de urina eliminada. Ao usar a cateterização intermitente, a bexiga é esvaziada geralmente 4 a 6 vezes por dia. No início, a cateterização intermitente pode ser efetuada a horas específicas, mas a sensação de bexiga cheia não deve ser suprimida durante muito tempo. Os utilizadores ganham experiência no momento certo em que devem esvaziar a bexiga. Contudo, a quantidade de urina eliminada não deve exceder 500 ml de uma só vez.

quais são as vantagens da cateterização intermitente?

A experiência obtida num grande número de doentes demonstrou que a cateterização intermitente é o meio mais seguro e mais eficaz de esvaziar a bexiga, caso não seja possível proceder à drenagem normal. Esta não danifica os rins nem provoca o aumento de infeções urinárias. É por isso que a cateterização intermitente é recomendada com frequência para o tratamento de danos renais existentes ou em casos de infeções repetidas da bexiga. Quando efetuada corretamente, não existem riscos de lesão na uretra. Além disso, quando a cateterização intermitente é feita sob condições assépticas e utilizando um lubrificante desinfetante, não se verifica um aumento significativo do risco de infeções da bexiga.